ORAÇÃO

Orar é conversar com o Pai. Não nosso pai terreno, mas um Pai perfeito que nos ama incondicionalmente. Abaixo seguem algumas sugestões para nossa vida diária de oração.

Ore em secreto. Busque lugares solitários para orar. Nossa vida está cheia de barulhos. Desligue-se.

Lc 5.16: “Ele, porém, se retirava para lugares solitários e orava.”

Ore para descansar. Quando querem descansar e relaxar, as pessoas fazem as coisas que mais gostam. O único lugar de verdadeiro descanso é no Pai. É para Ele que tenho que correr quando quero descansar.

Mt 14.23: “E, despedidas as multidões, subiu ao monte, a fim de orar sozinho. Em caindo a tarde, lá estava ele, só.”

Ore para decidir. Você já passou uma noite inteira orando para uma decisão difícil? Jesus já! Somos mais fortes que Jesus? Creio que não, precisamos orar muito também!

Lc 6.12-13: “Naqueles dias, retirou-se para o monte, a fim de orar, e passou a noite orando a Deus. E, quando amanheceu, chamou a si os seus discípulos e escolheu doze dentre eles, aos quais deu também o nome de apóstolos:”

Ore para lutar. Existem batalhas que só vencemos através da oração. No Getsamani havia uma guerra acontecendo, Jesus lutou com seus joelhos no chão.

Mt 26.36: “Em seguida, foi Jesus com eles a um lugar chamado Getsêmani e disse a seus discípulos: Assentai-vos aqui, enquanto eu vou ali orar”

Ore até o Senhor responder. Começar a orar é fácil. A pergunta é se temos perseverado nas orações. Oramos e cansamos ou nos mantemos firmes até ouvir a voz do Pai.

Lc 18.1-8

“1 Disse-lhes Jesus uma parábola sobre o dever de orar sempre e nunca esmorecer:
2 Havia em certa cidade um juiz que não temia a Deus, nem respeitava homem algum.
3 Havia também, naquela mesma cidade, uma viúva que vinha ter com ele, dizendo: Julga a minha causa contra o meu adversário.
4 Ele, por algum tempo, não a quis atender; mas, depois, disse consigo: Bem que eu não temo a Deus, nem respeito a homem algum;
5 todavia, como esta viúva me importuna, julgarei a sua causa, para não suceder que, por fim, venha a molestar-me.
6 Então, disse o Senhor: Considerai no que diz este juiz iníquo.
7 Não fará Deus justiça aos seus escolhidos, que a ele clamam dia e noite, embora pareça demorado em defendê-los?
8 Digo-vos que, depressa, lhes fará justiça. Contudo, quando vier o Filho do Homem, achará, porventura, fé na terra?”

Ore para frutificar. O reino de Deus avançará quando orarmos. Quer frutos? Ore.

Lc 11.9-10: “Por isso, vos digo: Pedi, e dar-se-vos-á; buscai, e achareis; batei, e abrir-se-vos-á. Pois todo o que pede recebe; o que busca encontra; e a quem bate, abrir-se-lhe-á.”

Ore de joelhos no chão. Algumas coisas não saem de nossas vidas somente com conselhos e boas conversas. Algumas coisas só saem com nossos joelhos dobrados no chão.

Ef 3.14: “Por esta causa, me ponho de joelhos diante do Pai”

A oração é uma conversa com nosso amado Pai, aquele que nos ouve quantas vezes quisermos, mas Ele também quer falar ao nosso coração. Não ore pensando somente em pedir, ore para ouvir e buscando conhecer mais a Deus. A oração produz intimidade com Deus e a intimidade com Deus produz muitos frutos em nossa vida.

Perseveremos!

Estêvão Avillezrumoaoalvo.com

Anúncios

Sobre fabriciocarneiro

Um pecador remido pelo sangue poderoso de Jesus Cristo. Regenerado, transformado e sendo capacitado para manifestar o Reino de Deus na Terra.
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s