ONDE ESTÁ A MINHA RAZÃO EM NÃO PERDOAR?

Já fui traído e ferido por um inimigo ou alguém que não considero muito, mas logo esqueci. Mas de uma certa feita, fui ferido por amigos que muito tinha por estima, e por esperar muito mais deles, me feri grandemente.

E minhas marcas foram tão profundas, que o sentimento de justiça própria sobressaiu em mim. Passei acreditar em todas as minhas razoes para não perdoa-los. E é uma coisa que acontece comigo o tempo todo, e aqui estou eu, mais uma vez procurando razoes para justificar meus sentimentos.

Mas um certo dia, vi um homem muito ferido, com marcas profundas nas mãos e nos pés, e apesar disso ele me parecia muito sereno e calmo e tomado de curiosidade, perguntei:

— Senhor, que feridas são essas nas Tuas mãos? Ele me respondeu com uma voz baixa.

— São feridas com que fui ferido, em casa de amigos meus.

Mas a forma que falou não parecia estar com raiva, amargurado ou triste, o que me intrigou. E olhei para seus pés, muito ferido e calejados e perguntei:

— Que feridas são essas nos pés? E ele me respondeu:

— São feridas com que fui ferido em casa de amigos meus.

Da mesma forma, soou a sua voz, calma e cheia de uma paz que me incomodava. Não era possível, ele não se importar com suas feridas e sua dor. Tomado eu de justiça, indaguei:

— Vejo que és um homem bom, e duvido que tenha causado tanto mal para seus amigos. E mesmo que tivesse, não teriam eles motivos para feri-lo tão profundamente. Diga-me Senhor, o que fizeste então com estes que te machucaram, te trairam e te abandonaram? Alguma medida o Senhor tomou?.

Falei num tom de voz firme e alto o bastante para provocar um sentimento nele de revolta. Era essa a intenção, para me sentir mais seguro na minha situação também.

Ele então, se voltou para mim, e olhou nos meu olhos tão profundamente, que algo inesperado aconteceu. Estranhamente me senti culpado pelas suas feridas, Consegui sentir suas dores. Eu me perguntava porque me sentia tão mal, se nada havia feito eu contra ele.

Por um instante meus olhos se abriram. Percebi um rosto conhecido, próximo, intimo. E como uma cortina que cai dos olhos, eu o reconheci. Era um amigo meu antigo, e que há muito tempo caminhava comigo e me ajudava o tempo todo. Lembrei também que, muitas e muitas vezes o trai, o abandonei, o neguei e me escondi. Esquecia dele o tempo todo. Não era grato por tanto que ele já tinha feito por mim. Tinha uma divida com ele, impagável.

Naquele momento, eu via em seus olhos, que ele estava imensamente triste. Decepcionado comigo por todos esses sentimentos e pensamentos ruins que eu guardava. E, isso, de uma certa forma o atingia. Feria-o diretamente. Eu não pretendia que isso ocorresse. Ele sempre foi muito bom comigo.

Suas feridas estavam sangrando como da primeira vez que foram abertas. E, vi que eu era o causador disso tudo.

Senti-me muito mal, com vergonha. Minha vontade era de me esconder, correr e fugir. Mas não conseguia me mover. Os olhos dele, eram muito penetrantes, Difícil de encara-los e impossível desviá-los do seu olhar. Era fascinante o jeito que eles me prendiam.

Quando estava quase sufocado nessa angustia, ele sorriu. Sorriu tão carinhosamente que me fez desfalecer de um alivio imediato. Com total segurança senti que ele não me queria mal, apesar de realmente merecer. Ele, com a voz mais macia que já ouvi, disse:

— Estas, são feridas com que fui ferido, por te amar até o fim…

Ele me abraçou de uma forma acolhedora, como se soubesse que eu necessitava disso, e sussurrou:

— Te amarei até o fim.

Como refrigério para minha alma, sua voz lavou meu coração. Voz que me constrange em todo momento.

E, cá estou eu, lembrando:

— Houve um homem, mais digno e muito maior do que eu, que amou os seus ate o fim e os perdoou. E, perdoou a mim também. Como poderei eu reter o meu perdão? Eu me arrependo todos os dias. Rendo-me ao único que é capaz de mudar a minha maldade.

— Desventurado homem que sou!

fonte: www.pelamanha.com


Anúncios

Sobre fabriciocarneiro

Um pecador remido pelo sangue poderoso de Jesus Cristo. Regenerado, transformado e sendo capacitado para manifestar o Reino de Deus na Terra.
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s